Encontrou carrapato? Alerta ligado!

A infestação por carrapatos nos cães, além de provocar um incômodo muito grande ao animal pela coceira que provoca, pode causar anemia e transmitir doenças como Babesiose e Erlichiose.

Assim, o controle do carrapato deve ser constante e qualquer sinal de apatia, febre, falta de apetite e gengivas pálidas em cães que costumam ter carrapatos, é motivo de uma visita ao veterinário e um exame de sangue, para detecção da Babesia ou da Erlichia. Elas são tratáveis quando o diagnosticadas á tempo.

Mas como combater o carrapato? As vezes, até num passeio, o cão pode se infestar. Sendo assim, O carrapato não é um problema só do animal, mas sim do ambiente. O carrapato é muito resistente e o seu combate é difícil. Você pode eliminá-lo do cão com medicação carrapaticida, porém, os ovos e larvas permanecem no ambiente durante meses. Os carrapatos põem seus ovos na vegetação e em frestas de paredes e pisos, sendo assim, TODOS os locais tem que ser tratados e não somente os cães.

Diego França – Médico Veterinario – CRMV-BA 4496

Contato : 71 99185-0227

Instagram : @petimune

%d blogueiros gostam disto: