Monumento à Clériston Andrade 

Você provavelmente já usou o Monumento à Clériston Andrade, na Garibaldi, como ponto de referência ou como ponto de encontro no carnaval. Hoje, vamos falar um pouco sobre a história dele! 

Apoiado pelo ex-governador Antônio Carlos Magalhães, o pastor e ex-prefeito de Salvador Clériston Andrade, fazia campanha quando o helicóptero em que viajava caiu, no dia 1º de outubro de 1982. Ele era candidato a governador da Bahia. O acidente aconteceu após a aeronave bater em uma serra no município de Itambé, devido ao mau tempo.

Clériston Andrade em discurso

  
Além de Clériston, morreram o candidato a vice-governador e deputado federal Rogerio Rego, o presidente do Baneb Luis Calmon, os deputados federais Henrique Brito e Adalto Souza Pereira, o assessor de imprensa Fernando Presidio, o deputado estadual Nomar Alcântara, três candidatos a presidente do Baneb e três tripulantes. 
O monumento foi erguido em homenagem às vítimas do acidente em 1983. 

   
 
De autoria do Escultor Mario Cravo Jr., o monumento tem 14 metros de altura e é feito em alumínio, chapas de cobre, mármore e concreto. O nome de todos que estavam no helicóptero está escrito no Monumento. 
No ano de 2013, foi alvo de um incêndio que danificou sua parte superior. 

  
Em março de 2015 foi reinaugurado e ganhou uma nova área de lazer, com passeios recuperados, instalação de pista de corrida, parque infantil, academia e iluminação especial. 

%d blogueiros gostam disto: